22 de agosto de 2013

Deputado protocola na Assembleia pedido de impeachment do governador Cabral


O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) protocolou na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro um pedido de impeachment do governador Sérgio Cabral (PMDB). O requerimento foi encaminhado nesta quarta-feira (21) ao presidente da Casa, Paulo Melo, do mesmo partido do líder fluminense. No documento, o socialista informa que há "fatos que atentam contra a dignidade, a honra e o decoro do cargo de governador do Rio". Em sua solicitação, o parlamentar se recorda de casos como o da reportagem da revista Veja do último fim de semana. De acordo com a publicação, o escritório da primeira-dama do Rio, Adriana Ancelmo, aumentou o número de clientes após a eleição de Cabral para o governo, em 2007. Segundo a reportagem, em 2006, os profissionais do escritório acompanhavam 500 processos. Atualmente, o trabalho teria passado para 10 mil ações. "Esse enriquecimento beneficia o governador, direta ou indiretamente", disse Freixo. A assessoria do Governo do Rio de Janeiro informou em nota que "o questionamento quanto à primeira-dama patrocinar concessionárias do serviço público em causas que não tenham relação com o governo do Estado do Rio é datado de 2010, foi feito pelos deputados Marcelo Freixo (PSOL) e Alessandro Molon (PT) e foi arquivado pelo Conselho de Ética da OAB [Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e também pelo Ministério Público".


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário